segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Clarita

video

Um pouco do nosso dia a dia, com a atriz Laura Cardoso.

Filme produzido para o Festival de Curtas.

Um comentário:

  1. olá
    Meu pai tem ALzheimer. Foi doloroso saber desse diagnóstico, mas quando olhos para seus olhos que mais se parecem com o mar, sinto um carinho enorme e agradeço a ele todos os dias por me ensinar, apesar dessa doença atual o que é Amor, o que é dar algo sem ter nada em troca.
    Aprendi a amar quando tive algumas experiências, a primeira quando tive meus filhos... ah! quanto amor pra eles... dou minha vida por eles, conheço cada pedacinho deles.
    E a segunda experiência foi aprender a amar quem não tem mais sentimentos, nem me reconheçe mais. Chorei muito.
    Meus pais não tem dinheiro para colocar um cuidador para meu pai. Infelizmente meus irmãos e inclusive eu também não tenho....
    Mas tenho um amor enorme por ele, faço questão de ajudar e vou quase todos os dias na casa dele dar banho, trocar ele, deixar ele perfumado e a cada toque no corpo dele, eu lembro de quantas vezes eles cuidou de nós.
    Meu pai nunca foi um pai carinhoso, desses que a gente beija a todo momento, conversa e faz planos... Meu pai sempre foi um pai que trabalhou a vida inteira para sustentar os filhos. Na juventude foi obrigado a largar os estudos para ajudar minha avó nas despesas da casa, pois o pai dele bebia muito, e chegou ate colocar os filhos e esposa pra dormir no galinheiro.
    Meu pai sempre foi um homem bronco, mas o que ele fez pelo pai dele me ensinou o melhor.
    Meu avô no final da vida teve câncer na garganta e meu pai humildemente cuidou dele... Sem raiva, e era só amor.
    Eu cresci e as vezes me perguntava como meu pai conseguiu fazer isso por alguém que sempre maltratou ele?????
    Hoje eu tenho a resposta; Amor....
    Tenho orgulho e inveja desse sentimento que meu pai nutriu pelo pai dele. Meu pai é o homem mais sábio que eu já tive o prazer de conhecer.
    Cuido dele sempre que posso e brigo com meus irmãos para deixar ele sempre limpo, alimentado e sentindo que é amado.
    Não tenho raiva de Deus por ele estar com essa doença. Agradeço meu pai de coração por me ensinar atualmente: Seja Humilde, ajude não importe a quem, Ame.
    Ele me dá uma paz enorme, e o olhar perdido em qualquer lugar só me faz querer estar com ele.
    Conversamos sobre tudo, mas ele tem as limitações dele. Banho com ele é uma farra. Ele adora e quando coloco a cabeça dele debaixo da água ele acha que está no mar.... Ele ama o mar.
    Por isso quando ele se for, a pedido dele cremarei seu corpo e suas cinzas estarão no mar.
    Quanto ao meu sentimento por ele AMOR. Me dedico a ele sempre que posso. Eu sei que é difícil cuidar de pessoas que tem esse problema, eles esquecem, as vezes não quer conversar, ficam bravos, mas minha paciência aumentou.
    Amo meu pai. Gostaria de ter falado isso a ele. Falo sempre que posso, mas ele já não sabe o que é sentimento.
    Adoro abraçar ele, cuidar dele, não me importo de ficar horas e horas tentando algo novo pra ele ficar bem.
    As vezes falo de futebol, do time dele e ele ri...
    Pra quem tem pai com Alzheimer: CUIDE DELE, AME ELE, Não sabemos como será nossa velhice.
    Marisa
    (11) 98160.7788

    ResponderExcluir

Seguidores